Pastoral da Criança destaca a presença transformadora do trabalho voluntário

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Pastoral_da_Criança_Voluntariado

“É por meio do líder que as ações de saúde, desenvolvimento, educação e cidadania chegam nas famílias mais pobres do nosso grande Brasil e em outros países”, explica a coordenadora nacional da Pastoral da Criança, Ir. Vera Lúcia Altoé, a respeito do trabalho voluntário prestado por agentes da Pastoral.

Segundo Ir. Vera, “a missão da Pastoral da Criança é promover o desenvolvimento integral das crianças, do ventre materno aos seis anos, por meio de orientações básicas, fundamentadas na mística que une fé e vida”.

A meta principal, de acordo com o gestor de relações institucionais do organismo, Clóvis Boufler, é diminuir a mortalidade materna e infantil no país. “Hoje, nós lutamos para que todas as crianças tenham as condições necessárias para seu pleno desenvolvimento”, afirma Boufler. “O forte da Pastoral da Criança é a solidariedade humana, ou seja, as pessoas que se preocupam com outras pessoas porque querem construir um mundo melhor para todos. A espiritualidade, a opção pelos que mais sofrem, pelos mais vulneráveis, pelos mais pobres, a vontade de transformar aquilo que acreditamos, a nossa fé em vida para os outros, tudo isso é o que nos dá a baliza para seguir adiante e fazer com que a Pastoral da Criança avance em todas as partes do Brasil e em muitos países do mundo”, acrescenta.

Para o voluntário da Pastoral, Wendel Salvador Santos, o trabalho desenvolvido permitiu olhar a comunidade e o mundo com esperança de libertação. “Depois que entrei na Pastoral da Criança me tornei uma pessoa mais aberta para as necessidades das pessoas, uma forma de sentir e experimentar um Deus libertador”, conta.

Entretanto, Ir. Vera ressalta que há muito o que fazer e os desafios são imensos. “Temos como metas ampliar o número de voluntários para acompanhar mais crianças e gestantes. Por isso quero conclamar a todos que queiram lutar pela vida para que se tornem líderes da Pastoral da Criança, quanto mais líderes tivermos, mais comunidades poderão contar com as ações da Pastoral da Criança. Todos são bem vindos nessa missão de fé e vida”, conclui.

Esta semana, no site da Pastoral da Criança, é possível encontrar depoimentos, informações, entrevistas sobre o trabalho do voluntariado. Acesse: www.pastoraldacrianca.org.br

Tags:

leia também