O feriado de fim de Ano e o movimento nas estradas e rodovias brasileiras

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

O movimento nas estradas e rodovias no Brasil começa a aumentar a partir desta sexta-feira (22), quando muitos brasileiros cruzam as estradas para passar o fim de semana de Natal em outras regiões.

Detran/MS

Como ninguém quer começar o fim de semana parado no trânsito, é importante seguir algumas dicas de segurança. Um mínimo de planejamento pode diminuir o risco de acidentes. Além da tradicional revisão de viagem no carro, como a checagem do nível do óleo, calibragem de pneus, funcionamento dos faróis, limpadores de para-brisas e etc.

Outro equipamento indispensável e por vezes esquecido é o estepe, que deve estar calibrado. Ferramentas como macaco e chave de roda precisam estar disponíveis para o caso de emergências em viagens.

Viajar de carro pode gerar uma independência muito maior para curtir paisagens e parar onde quiser, mas, para isso, o motorista deve de se preparar psicologicamente para a jornada, sabendo que poderá enfrentar congestionamento e mesmo condições adversas do tempo, típicas do verão, como temporais. Vale ressaltar a importância de evitar os horários com maior fluxo de veículos e redobrar a atenção nos trechos considerados perigosos.

Apesar das causas externas, os registros apontam a imprudência dos motoristas como principal motivo dos acidentes.

Se for viajar com crianças menores de dez anos é obrigatório por lei o uso de bebê-conforto, poltrona de elevação (cadeirinha) e assento de elevação para o transporte dos pequenos no carro de acordo com a idade.

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) contabilizou 2.769 acidentes em rodovias federais entre 23 de dezembro de 2016 e 1º de janeiro de 2017 e queda no número de mortes. Os dados fazem parte da Operação Rodovida 2016/2017.

Foto: Carcheck

De acordo com balanço da PRF, dos acidentes 2.868 pessoas ficaram feridas e 225 morreram. Os números apontam uma diminuição de 10% nas mortes registradas em comparação ao período de festas de Natal e Ano Novo de 2015/2016. No período anterior foram contabilizados uma média diária de 25 mortes, neste ano foram 22,5 mortes diárias entre 23 de dezembro e 1º de janeiro.

A PRF ainda não divulgou como será a Operação Rodovida 2017/2018.

Tags:

leia também