Nós somos parte da Terra, a Terra é parte de nós!

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

Dom Roberto Francisco Ferreria Paz
Bispo de Campos

No 1º de setembro celebramos, com os irmãos das Igrejas do Oriente, e todas as religiões, o dia de oração mundial pelo cuidado da Criação. Neste ano 2020, Comemoramos o Jubileu do Dia Mundial da Terra e as preocupações com a sua exaustão e depredação, presentes na famosa Carta da Terra. Abre o chamado Tempo de Cuidado com a Criação que se encerra com a Festa de São Francisco. Nesta data, 04 de outubro, o Santo Padre apresentará a sua Terceira Encíclica sobre a Fraternidade Universal, que aprofunda os propósitos de paz e reconciliação assinados com o Grande Imane de Al- Azhar, Ahmad Al-Tayyeb.

Momento de reflexão e de conversão ecológica para reduzir nossa pegada e impacto contra a Criação e vivenciar nossa harmonia e comunhão com a Mãe Terra. Neste ano, em que a humanidade se debate na luta contra a pandemia do COVID, esta lembrança nos interpela sobre a origem desta crise sanitária que está certamente ligada a uma crise civilizatória mais abrangente, consequência do modelo tecnocrático e mercantil que nos afastou e rompeu com as nossas raízes naturais e criacionais.

Vivemos fora de nossa Casa Comum, sem fraternidade e amizade com as demais criaturas, ignorando o ciclo e a reverência para com a vida. Esquecemos que Deus perdoa sempre, a humanidade às vezes e a natureza nunca perdoa nossas manias de autodestruição e arrogância.

Não haverá vacina, ou cura, contra a pandemia viral, se não curarmos e sanarmos a Terra e nossos relacionamentos para com ela. É hora de sintonizar profundamente com o sonho de Deus sobre a Criação, sua beleza e fantástica biodiversidade, resgatando nossa missão de guardiões da Terra, irmãos de todas as criaturas e coisas, e jardineiros preservadores e cuidadores dos bens e do patrimônio da vida do planeta.

Uma civilização fraterna, e mais humana, passa pelo cuidado, delicadeza e ternura para com toda a Criação, pois é com ela que nos salvamos. Não existe mais uma Arca de Noé para todas as criaturas, a Aliança pela Vida e sua integridade exige o cuidado integral de toda a Criação. Contra o ecocídio e a pandemia viral, louvamos o Deus da vida, Pai de infinita ternura!

 

 

Tags:

leia também