“Missão: Fruto da Misericórdia” é tema do primeiro Congresso Missionário do regional Leste 2

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
leste22

Evento contou com a participação de cerca de 120 representantes

Nos dias 22 e 25 de setembro, o Conselho Missionário do regional Leste 2 da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) promoveu o primeiro Congresso Missionário, em Ipatinga (MG). O evento contou com a participação de 120 representantes de 22 dioceses dos Estados de Minas Gerais e do Espírito Santo. 

A temática “Missão: Fruto da Misericórdia” foi apresentada pelo assessor da Comissão Episcopal para a Ação Missionária e Cooperação Intereclesial da CNBB, padre Sidnei Marco Dornelas. Além dele, também estiveram presentes o bispo auxiliar de São Luís do Maranhão (MA) e presidente da Comissão para a Ação Missionária, dom Esmeraldo Barreto de Farias; o bispo referencial do regional Leste 2 para a Ação Missionária, dom José Lanza Neto; o bispo de Itabira – Coronel Fabriciano, dom Marco Aurélio Gubiotti e o padre Maurício da Silva Jardim, das Pontifícias Obras Missionárias (POM). 

Além de conferências, o Congresso proporcionou aos participantes grupos de estudo distribuídos por eixos temáticos: Missão Ad Gentes; Cuidar da Casa Comum é nossa missão; Infância, Adolescência e Juventude Missionária; Comunicação e Missão; Missionários Presbíteros para uma Igreja Misericordiosa em saída; Missionários Leigos e Igreja Misericordiosa em estado permanente de missão.

Neste contexto, o assessor do Congresso, padre Sidnei Marco Dornelas, comentou a correlação entre a misericórdia e a ação evangelizadora da Igreja. “Não existe missão sem uma Igreja misericordiosa, que busca fazer o bem pelos outros, que tem compaixão pela humanidade”. Para ele, é impossível pensar uma Igreja misericordiosa que não saia de si.

O evento abriu espaço ainda para a partilha de experiências missionárias no regional, nas Igrejas-Irmãs no país e também na missão ad gentes. Padre Maurício, das POM, partilhou sua experiência missionária em Moçambique, realizada há 4 anos, e indicou as peculiaridades da cultura e situação local e a vivência da fé em território africano.

Já coordenadora da Infância e Adolescência Missionária (IAM) no Estado do Espírito Santo, Gabriela Nass relatou que a experiência contribuiu decisivamente para as atividades pastorais. “O Congresso vem favorecer o ardor missionário em nosso coração, para que nós possamos em nossas ações sermos misericordiosos com todos os que estão ao nosso redor”, garantiu.

Com informações e foto da diocese de Guaxupé

Tags:

leia também