Missa lembra o 102° Aniversário da Imigração Japonesa no Brasil

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
missa102anosimigjaponesa

Foi realizada no dia 19, uma missa em Ação de Graças ao 102° Aniversário da Imigração Japonesa no Brasil, na Catedral de Araçatuba (SP), presidida pelo bispo da diocese, dom Sérgio Krzywy.

A organização desta celebração foi realizada pela Pastoral Nipo-Brasileira (PANIB) da diocese. Segundo seu coordenador, Kossei Otsuka, o evento é realizado há 10 anos.

O coordenador Kossei destacou “o auge desta celebração foi em 2008, nos 100 anos da Imigração Japonesa. Nosso objetivo é fortalecer a fé dos japoneses e descendentes, como também agradecer todo carinho e acolhimento dos brasileiros conosco. Vale apena ressaltar que em nossa Pastoral existem brasileiros também”.

Durante a celebração foi lembrado o nome de monsenhor Domingos Nakamura, que nasceu no dia 22 de agosto de 1865, em Fukue, uma das ilhas do arquipélago Goto, num vilarejo chamado Minami Matsuura-Gun. Seus pais eram descendentes dos cristãos que chegaram à ilha. Em 1880 ingressou no Seminário de Nagasaki, sendo ordenado padre em 07 de fevereiro de 1897. Veio para o Brasil em 1923 dedicando-se a uma vida missionária. Foi um dos primeiros imigrantes japoneses a dar assistência religiosa no Brasil e está passando por processo de beatificação.

Para saber mais sobre a PANIB Nacional acesse www.panib.org.br

Pastoral da Criança

Entre os dias 18 e 20, a Pastoral da Criança da diocese Araçatuba realizou sua Assembleia Anual, no Centro Pastoral, no Seminário São José.

O evento contou com a presença do Coordenador da Regional Sul 1 da CNBB (São Paulo) da Pastoral, José de Anchieta Ribeiro Santos que direcionou todos os trabalhos dos três dias de encontro, como também dom Sergio Krzywy.

Dom Sergio Krzywy, enalteceu a importância da oração a todos que trabalham para uma pastoral e sobre a importância do trabalho voluntário. “Quem é qualificado, trabalha para alguma empresa e ganha dinheiro. Mas o trabalho voluntário na Igreja não tem preço. O Reino de Deus é construído a partir do voluntariado. O Reino de Deus não tem medida, avaliação. Vale muito mais do que qualquer dinheiro neste mundo.” O bispo agradeceu o empenho da pastoral neste último ano.

Durante o primeiro dia, ocorreu a eleição para o novo coordenador da Pastoral. Depois de todos os estágios da votação, foi reeleita a Sra. Denizarda como Coordenadora e como suplente a Sra. Ozenilda. Na sequência do encontro, todos participaram de palestras para capacitação e formação além de celebrações eucarísticas.

A Sra. Denizarda agradeceu a todos pelo empenho dos dois últimos anos e ressaltou diversas vezes que a Pastoral da Criança são todos seus membros e não uma única pessoa, a coletividade e a entrega à causa.

Tags:

leia também