Membros da Organização dos Seminários e Institutos do Brasil encaminham atividades para 2020

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
e6eeec24-c7b6-495f-8a71-950ff54e805e

Membros da Organização dos Seminários e Institutos do Brasil (OSIB) estiveram reunidos nesta quinta-feira, 12, com o bispo referencial da organização, dom José Albuquerque, na sede da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), em Brasília (DF), para dar encaminhamento as atividades de 2020.  

Padre João Cândido da Silva Neto, assessor nacional da Comissão para os Ministérios Ordenados e a Vida Consagrada da CNBB
Padre João Cândido da Silva Neto, assessor nacional da Comissão para os Ministérios Ordenados e a Vida Consagrada da CNBB

Na ocasião, os participantes também avaliaram o curso para Reitores e Formadores de língua portuguesa promovido pela Congregação para o Clero, em Roma, no ano passado. “Faremos uma partilha do encontro de formadores que teve em Roma, em novembro do ano passado, e os encaminhamentos de como tratar os temas deste encontro com os outros formadores aqui da Igreja no Brasil”, explicou o padre João Cândido da Silva Neto, assessor nacional da Comissão para os Ministérios Ordenados e a Vida Consagrada da CNBB.

À época, o curso teve como objetivo aprofundar a Rátio Fundamentalis Institutionis Sacertotalis – o dom da vocação presbiteral, aperfeiçoando as quatros etapas do processo formativo para o sacerdócio: propedêutica, discipular, configurativa e da síntese vocacional. Ao todo participaram 87 padres reitores e formadores de todo Brasil que viveram dias intensos de estudos, espiritualidade e fraternidade e partilha, além de Missa na tumba de São Pedro na Basílica Vaticana, na Igreja de Santa Maria Maior e Audiência com o Santo Padre na Praça São Pedro. 

Padre Jerônimo Batista de Araújo, presidente nacional da Osib
Padre Jerônimo Batista de Araújo, presidente nacional da Osib

As Diretrizes para a Formação dos Presbíteros na Igreja no Brasil, documento que é fruto do trabalho da 56ª Assembleia Geral dos Bispos da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), de 2018, e que traz orientações para a formação de novos presbíteros no Brasil e a necessidade de formação permanente também esteve na pauta do encontro. Segundo dom José Albuquerque, o objetivo é discutir com os participantes como tornar o texto conhecido. “A ideia é fazer com que ele seja aprofundado e conhecido em todas as casas de formação dBrasil”, disse.

Ainda sobre as Diretrizes, o presidente nacional da Osib, padre Jerônimo Batista de Araújo, disse que a organização tem uma grande missão nesse momento, que é a de exatamente assessorar e auxiliar as dioceses, os reitores, as equipes de atualização nesse trabalho. “Temos que fazer com que de fato as Diretrizes sejam vividas nas casas formativas e nos seminários, então o nosso trabalho é o de atualizar e traduzir isso no concreto”, explicou. 

Outro assunto de destaque é o Estatuto da OSIBOs membros dedicarão uma parte da reunião, segundo o padre João Cândido Neto, para rever o texto do regulamento. “Vamos rever o Estatuto da OSIB para ser aprovado e, para além disso, a presidência também terá a oportunidade de preparar a semana de atualização para os formadores que acontece no mês de julho deste ano e o encontro com os psicólogos que atende os seminaristas dos nossos seminários”, acrescentou o padre. 

Comunhão 

Para que a Organização siga mantendo seu objetivo de estimular, acompanhar e orientar as várias iniciativas em prol das vocações e dos ministérios no Brasil, dom José Albuquerque, afirma que o encontro traz a oportunidade de os integrantes se conhecerem cada vez mais e se ajudarem.  Todos são formadores, todos estão em realidades bem distintas, então todos devem aproveitar esse encontro para se conhecerem melhor e se ajudarem mais”, disse o bispo. 

 “A importância de estar aqui é exatamente para que a gente possa estar alinhado com os nossos trabalhos, os nossos serviços, que é o de oferecer aos reitores dos seminários um trabalho mais qualificado, então a importância é exatamente essa: caminharmos juntos, oferecermos um melhor planejamento, para que assim a nossa ação seja mais atuante”, disse padre Jerônimo.

A reunião que também conta com a presença dos dois assessores nacionais da Comissão para os Ministérios Ordenados e a Vida Consagrada da CNBB, padre João Cândido e padre Juarez Albino, segue até amanhã, dia 13.

Tags:

leia também