Irmã Ângela Tutas, religiosas missionária no Pará, morre vítima de Covid-19

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
angela tutas

Faleceu na quarta-feira, 6 de maio, em Belém (PA), a irmã Maria Rodica Tutas, conhecida por Ângela, nome assumido na vida religiosa. Missionária no Brasil desde 2004, a consagrada de origem romena foi vítima da Covid-19. Entre os vários trabalhos pastorais, irmã Ângela contribuiu na redação do subsídio “Igreja em Oração” da Edições CNBB.

A arquidiocese de Belém, onde a religiosa atuava, manifestou pesar pelo falecimento e pediu orações em sufrágio de sua alma, assim como a Edições CNBB. O regional Norte 2, no desejo “de exaltar o legado de Irmã Tutas”, disponibilizou uma conferência da religiosa com o tema: “Maria nos Padres da Igreja do Oriente”. Tal conferência foi realizada por ocasião do Simpósio de Mariologia promovido pela Católica de Belém, em 21 de setembro de 2017.

Leia a notícia na íntegra.

Tags:

leia também