Igreja de Ouro Preto é a primeira a receber recursos do PAC para restauração

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
ouro_preto_minas_gerais_brazil_photo_gov_tourist_ministry

A Matriz de Nossa Senhora de Nazaré, no distrito de Cachoeira do Campo, um dos mais antigos de Ouro Preto (MG), palco e testemunha de fatos marcantes da história do Brasil, será a primeira igreja no país a receber recursos federais do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), das cidades históricas.

Agora, depois de três séculos de construção, a igreja volta a ganhar destaque e reconhecimento, para mostrar o esplendor da arte barroca e sua importância na memória brasileira. A partir de março, ela começa a ser restaurada.

Admirar os altares, o forro pintado, as portas de madeira e as paredes grossas é viajar de volta nos séculos e conhecer mais sobre Ouro Preto, na região central de Minas Gerais, a 95 km de Belo Horizonte.

Tombada há 60 anos pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN), a Matriz de Nossa Senhora de Nazaré vai ser restaurada com verbas do Ministério das Cidades e da Prefeitura local.

Construída entre 1725 e 1755, traz detalhes da primeira fase do barroco mineiro, como os altares folheados a ouro. A pintura no forro da nave representa a coroação da Virgem pela Santíssima Trindade.

Tags:

leia também