Fórum Permanente de Mobilidade Humana é criado em Criciúma

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Frum-Mobilidade-Humana-Cricima-2-350x233

Durante a realização do 1º Fórum das Imigrações da Região Sul de Santa Catarina, dia 28 de julho, foi criado o Fórum Permanente de Mobilidade Humana. O encontro, realizado no auditório da paróquia São José, em Criciúma (SC), reuniu mais de 250 representantes de diversos órgãos e entidades.

O professor e pesquisador gaúcho Jurandir Zamberlam, autor de mais de 40 publicações, foi um dos assessores do evento, que contou ainda com a assessoria do delegado da Polícia Federal, Edgard Grüdtner, e da advogada representante da Ordem dos Advogados do Brasil, Lia de Queiroz.

Estiverem presentes dez ganeses, acompanhados pelo grupo de voluntários Corrente por Gana, além da irmã Maria do Carmo Gonçalves, que compartilhou experiências do Centro de Apoio ao Migrante, de Caxias do Sul (RS), e ainda representantes da Pastoral do Migrante da arquidiocese de Florianópolis (SC).

Na ocasião,  o presidente da Cáritas Diocesana, padre Onécimo Alberton, lembrou da população da região que migrou e ainda migra à Europa e outros países em busca de oportunidades. “Quase todos nós temos a marca, em nossas famílias, da imigração”, enfatizou padre Onécimo. O presidente da Cáritas fez memória do compromisso firmado entre a Cáritas Brasileira e a Cáritas Haitiana desde o terremoto, ocorrido em 2010, e a articulação junto aos haitianos, aprovada ainda em 2013, durante assembleia nacional.

O próximo passo é a constituição do Fórum Permanente de Mobilidade Humana, que deve acontecer no dia 14 de agosto, em reunião na sede da Cáritas Diocesana de Criciúma, no bairro Santa Bárbara.

Com informações da diocese de Criciúma

Tags:

leia também