Falece padre Armando Brédice, confessor da CNBB Matriz

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

A arquidiocese de Brasília (DF) comunicou, com profundo pesar, o falecimento do padre Armando Brédice, nesta quinta-feira, 15 de março. O vigário da paróquia Santa Teresinha, no Cruzeiro (DF), foi o confessor de bispos, padres e colaboradores que atuam na sede da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB).

Foto: Paróquia Santa Teresinha

O sacerdote tinha 100 anos e estava hospitalizado desde o dia 02 de março, no hospital Santa Luzia, também em Brasília, por complicações causadas pela idade. Armando faleceu nesta quinta-feira, por volta das 17h20, por falência múltipla dos órgãos. Segundo Henrique Cavalheiro, da Pastoral de Comunicação Paroquial, o padre recebeu todos os sacramentos e até o último momento esteve sereno e tranquilo.

O vigário italiano foi coroinha de São Pio, na juventude, e convidou a comunidade a permanecer unida em oração, na fé, na esperança e no amor. Sua última visita à sede da CNBB foi durante a reunião do Conselho Permanente da entidade, realizada no mês de fevereiro deste ano.

Nascido em 22 de agosto de 1917, em San Marco La Catola, na Itália, estava há mais de 30 anos anos na capital federal. O sacerdote recebeu o título de Cidadão Honorário de Brasília.

A arquidiocese informou que o velório teve início na noite de quinta-feira, na paróquia Santa Teresinha, no Cruzeiro, e segue até sábado, dia 17, pela manhã.

As missas de corpo presente desta sexta-feira ainda acontecem às 15h e às 19h, sendo esta última com rito de exéquias, celebrada pelo bispo auxiliar de Brasília dom Marcony Vinícius Ferreira. No sábado, 17, as celebrações serão às 07h e 08h, esta última presidida pelo bispo auxiliar e secretário-geral da CNBB, dom Leonardo Ulrich Steiner.

O sepultamento está previsto para às 10h da manhã de sábado, no Cemitério Campo da Esperança na Asa Sul.

 

Conheça mais sobre a história de padre Armando em matéria especial da arquidiocese de Brasília

Tags:

leia também