Dom João Justino fala do desafio do ensino-aprendizagem no contexto da Covid-19

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Pedagogos Agência Brasil

Neste dia 20 de maio, dia do Pedagogo, o arcebispo de Montes Claros (MG) e presidente da Comissão Episcopal Pastoral para a Cultura e a Educação da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), dom João Justino de Medeiros, fala dos desafios do processo ensino-aprendizagem no contexto do distanciamento social exigido como forma de evitar o avanço da contaminação do novo Coronavírus.

“O isolamento social que estamos vivendo em razão da pandemia do novo Coronavírus se transforma também num desafio para as escolas que têm de descobrir formas de dar continuidade ao processo de ensino-aprendizagem”, afirmou.

Dom João: “Pedagogos têm papel relevante de pensar novos métodos”.

Para dom João Justino, neste tempo, a figura do pedagogo é fundamental. “Sua expertise e seu conhecimento dos métodos de ensino e a sua experiência a partir da realidade das escolas poderá ou haverá de contribuir muito para a descoberta destas novas formas”, apontou.

Dom João Justino apontou que uma das novas formas de ensino-aprendizagem, que inclusive está sendo usada por muitas escolas no Brasil e foi muito intensificada no contexto da pandemia, é o recurso a aulas à distância por meio dos recursos tecnológicos e da internet, incluindo as mídias sociais.

Ele reforça, contudo, que a preparação de professores para esta tarefa há de contar com o apoio dos pedagogos. O bispo afirmou que estes têm a tarefa de ponderar também acerca das condições, dos recursos que estão lá na outra ponta do processo de aprendizagem: a casa dos educandos.

“Como se trata de uma experiência nova para a maioria dos educadores, habituados e acostumados ao trabalho presencial, os pedagogos poderão oferecer elementos de formação aos professores e acompanhá-los, inclusive avaliando a qualidade desta forma de ensino”, disse.

Tags:

leia também