O presidente da Comissão do Laicato da CNBB ainda lembra que "A sensibilidade humana passa pela prática da caridade. O amor fraterno é a ação transformadora na sociedade que erradica a miséria e recupera a dignidade de todo ser humano como criatura e filho de Deus"
Para a missa do domingo são esperadas cerca de 6 mil pessoas pobres, voluntários e representantes de instituições que trabalham com necessitados
"Os pobres evangelizam-nos, ajudando-nos a descobrir cada dia a beleza do Evangelho", afirma Papa Francisco na segunda jornada mundial

Você também pode gostar