Brasil recebe Cruz da Evangelização

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
POM-cruz-evangelizacao2-309x500

Objeto é símbolo do 5º Congresso Missionário Americano

Chegou a Brasília (DF), no dia 5 de fevereiro, a Cruz da Evangelização, símbolo do 5º Congresso Missionário Americano (CAM 5), que acontecerá na Bolívia, em julho de 2018. A acolhida oficial foi na sede nacional das Pontifícias Obras Missionárias (POM).

De acordo com o diretor das POM no Brasil, padre Camilo Pauletti, a ideia é utilizar a Cruz em alguns momentos significativos nos regionais da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), como congressos, simpósios e outras iniciativas. Na Assembleia do Conselho Missionário Nacional, a realizar-se de 11 a 13 de março, serão decididos detalhes sobre a utilização da Cruz no Brasil. Em 2017, a Cruz será o principal símbolo do 4º Congresso Missionário Nacional.

Artesãos

A Cruz da Evangelização foi produzida por artesão da região boliviana de Chiquitos e contém relíquias da beata Nazaria Ignacia March Mesa, a primeira a fundar uma comunidade religiosa na Bolívia. Foram fabricadas 40 cruzes idênticas, que foram abençoadas pelo papa Francisco, durante sua viagem ao país, e distribuídas entre os países da América e as dioceses bolivianas.

Preparação para Congresso

O CAM 5 será realizado em Santa Cruz de la Sierra, em julho de 2018. Antes disso, alguns eventos servirão de preparação para o encontro, considerados “momentos importantes” na reflexão e elaboração do Documento de Trabalho do Congresso. Em outubro de 2015, aconteceu, em Porto Rico, o 1º Simpósio Internacional de Missiologia, com participação de 100 representantes das Pontifícias Obras Missionárias (POM), organismos e conferências episcopais de 21 países do continente americano.

Neste ano, acontecerá, de 28 de fevereiro a 2 de março, o 2º Simpósio de Missiologia, em Montevidéu, no Uruguai. De acordo com as POM, a delegação do Brasil para o evento terá a participação do padre Camilo Pauletti e do assessor da Comissão Episcopal Pastoral para a Ação Missionária e Cooperação Intereclesial da CNBB, padre Sidnei Marcos Dornelas; além dos padres Jaime Carlos Patias e Estêvão Raschietti, que atuam nas POM e no Centro Cultural Missionário, respectivamente.

Com informações e fotografia das POM

Tags:

leia também