A Comunidade prepara a Quaresma: os exercícios quaresmais

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Dom-Majella-exercícios-1200x762_c-1

Neste segundo texto da série de preparação litúrgica neste Tempo da Quaresma, oferecido pela Igreja como preparação para a celebração da Páscoa, o arcebispo de Pouso Alegre (MG) e membro da Comissão Episcopal Pastoral para a Liturgia da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), dom José Luiz Majella Delgado, indica alguns exercícios que podem contribuir para a vivência deste período de quarenta dias.

Leitura orante, procissões e caminhadas penitenciais, meditações da Via Sacra, da Paixão de Cristo e das dores de Nossa Senhora, a celebração penitencial e a confissão sacramental são alguns dos chamados exercícios quaresmais que podem ser incentivados e promovidos nas comunidades e paróquias neste período de preparação para a Páscoa.

Leitura Orante

A Leitura Orante da Bíblia, também conhecida como Lectio Divina, é um dos exercícios quaresmais que podem ser realizados, individual ou comunitariamente. A indicação de dom José Luiz Majella é que sejam utilizados os textos dos evangelhos dos cinco domingos da Quaresma ou mesmo as leituras das missas da semana, que também estão no contexto quaresmal.

Procissões e caminhadas penitenciais

Dentro da proposta de conversão, há ainda a tradução da penitência em procissões e caminhadas penitenciais, “muitas vezes nas madrugadas, em todas as sextas-feiras da Quaresma ou em uma sexta-feira, conforme a realidade da própria comunidade paroquial”.

Via Sacra

A meditação da Via Sacra, muito popular em todo o Brasil, também é um exercício quaresmal. Dom José Luiz explica que poderá ser feita em algum dia da semana, nas ruas da paróquia, ao redor das casas ou dentro da própria Igreja. A Edições CNBB oferece um subsídio para a meditação da Via Sacra, além de outros materiais para celebrações neste tempo da Quaresma, como Vigília Eucarística e Celebração da Misericórdia, Retiro Popular Quaresmal e Famílias na CF e Via Sacra.

Neste contexto meditativo, há ainda a Paixão de Jesus: “podemos a cada semana meditar um momento da paixão de Jesus, sempre buscando nos evangelhos a narrativa da paixão”, explica dom Majella.

A imagem pode conter: 1 pessoa
Foto: Paróquia São Sebastião de Carvalhópolis/reprodução Facebook

Sete Dores

Outra forma de exercício quaresmal que também tem tradição Brasil afora é a reflexão e meditação sobre as Dores de Nossa Senhora, chamada Sete Dores de Nossa Senhora. Em algumas comunidades, celebra-se na semana anterior à Semana Santa.

Confissões

Para que todos cheguem à Páscoa em condições de participar do grande banquete da Eucaristia, em algumas realidades de Igrejas no Brasil são oferecidos os mutirões de confissão, vários padres disponíveis em determinada comunidade para atendimento de confissões num horário determinado. Dom Majella salienta que, antes da confissão auricular, junto ao padre, é muito importante que haja uma preparação dos fiéis: “meditar, ouvir a Palavra de Deus, ajudar a refletir sobre os atos pecaminosos, dar tempo para que os fiéis possam também se interiorizar”.

Celebrações Penitenciais

A celebração penitencial pode ser uma procissão ou um rito para receber o sacramento da reconciliação. Dom Majella orienta que estas celebrações, “que são tradição de muitas de nossas comunidades paroquiais, possam nos ajudar a meditar sobre passagem bíblicas, sobretudo os textos da vida de Jesus que mostram para nós o sofrimento de Jesus, os desafios que Jesus enfrentou com a missão”.

 

Tags:

leia também